Rotina, agenda e apoio: saiba como ajudar que as crianças aproveitem o tempo na quarentena

É muito importante que os pais ajudem alunos a manterem rotina de estudos.

Especialistas comentam e dão dicas para manter o foco em tempos de quarentena.

Solidariedade vira aliada no combate ao coronavírus Ainda é incerto o tempo que os estudantes vão passar em casa por causa do coronavírus, mas uma coisa é certa: eles vão precisar bastante do apoio dos responsáveis para entenderem o que está acontecendo e para conseguirem criar rotina e autonomia para os estudos.

O G1 conversou com alguns especialistas que explicam como pais e alunos podem se adaptar a este momento.

Monique Montenegro, doutora em educação, diz que assim como os adultos devem manter uma rotina de trabalho, é importante que os pais organizem os dias que as crianças vão passar em casa. “Temos que lembrar que a criança não está de férias, que todos nós estamos em isolamento.

É primordial estabelecer uma rotina de estudo, ler um livro, rever um material, fazer pesquisas” Monique Montenegro, doutora em educação “É muito importante que a gente leve em consideração o nível de autonomia dos alunos, em especial dos mais novinhos, com os quais eu entendo que nós tenhamos algumas dificuldades, mas as ferramentas do ensino remoto podem auxiliar muito”, explica Monique.

Montenegro analisa que manter essa rotina é fundamental para seguir o desenvolvimento de aprendizagem iniciado na escola, para ajudar os pais que estão perdidos com os filhos em casa, para manter na memória os conhecimentos que estavam aprendendo na escola e para dar continuidade ao processo de aprendizagem iniciado. A educadora indica as seguintes medidas para os pais: Marquem um horário para o estudo, façam a agenda da semana Escolha, se possível, um espaço da casa mais tranquilo Para os maiores: eles têm autonomia para seguirem os estudos sozinhos Para os mais novos: esteja próximo A pedagoga Bruna Duarte Vitorino também destaca o papel dos pais nesse momento.

“Os pais podem, junto com as crianças, montar um cronograma de atividades, entre o estudo e o lazer.

A criança vai precisar muito do direcionamento dos pais.

E também que os pais motivem as crianças a seguirem a rotina”. Vitorino afirma que as crianças precisam entender que estamos em um momento de crise e não de férias.

“Os pais precisam conversar bastante com as crianças, adequar a forma de explicar a situação que estamos vivendo para cada idade.” “Manter essa rotina é fundamental para que depois que passarmos por isso, as crianças consigam voltar à escola e não precisem fazer uma readaptação”, diz Bruna. Estudo, família e lazer Para criar uma rotina, Vitorino indica que os pais pensem os três seguintes momentos do dia: o momento de estudo, o momento em família e o momento de lazer.

A partir deles, organizar com as crianças as atividades. “Se a escola ainda não passou atividades para esse período, é importante tentar seguir o mesmo cronograma da escola.

Se na segunda-feira, o meu filho tinha a disciplina de português e de matemática, eu vou tentar fazer exercícios de leitura, raciocínio lógico.

Posso procurar na internet exercícios adequados para a idade do filho”, indica Bruna.

A pedagoga também reforça que o tempo com a família é muito importante.

“Aproveitar esse momento que estamos em casa com os nosso filhos para reaproximar, conversar, para entender qual é o sentimento deles em relação a tudo que está acontecendo.

Então, independentemente da idade deles, aproveitem para estar juntos, pra conversar, para jogar um jogo." Felippe Zancarli, coordenador de tecnologia educacional em uma escola de São Paulo, afirma que os pais devem assumir uma função que normalmente é do professor em sala de aula, que é ajudar os alunos em relação a disciplina e a organização.

A pedagoga Marizane Piergentile afirma que agora é o momento que os pais e responsáveis devem estar mais perto dos seus filhos trabalhando o diálogo e a responsabilidade social. “Precisamos deixar claro que esta não é a hora de divertimento ou folga.

As crianças precisam entender a importância da quarentena e para isso, criar uma rotina de estudo faz toda a diferença.

Se o filho estuda de manhã, mantenha essa rotina.

Acorde ele cedo, faça-o tomar café e já realizar as atividades propostas pelo colégio.

Mostre que, caso ele cumpra esse ‘combinado’, logo mais estará livre para o seu momento de lazer,” explica Piergentile. Initial plugin text
Categoria:Educação